sexta-feira, 26 de abril de 2013

Síntese da Glicose

Boa Noite! Hoje vamos comentar um pouco sobre a biossíntese da glicose.
Essa importante substância é uma das principais fontes de energia dos organismos vivos. A transformação completa da glicose em dióxido de carbono e água é capaz de liberar 2.840KJ/mol! Os tecidos e orgãos humanos utilizam em seu metabolismo a glicose presente no sangue, sendo esta a fonte primordial de combustível para os processos realizados. Estima-se que apenas o cérebro requeira em média 120g de glicose por dia, ou seja, mais da metade de toda glicose estocada como glicogênio nos músculos e no fígado. Então, para que esse combustível não se esgote durante o período entre as refeições ou após exercício físico intenso, os organismos sintetizam glicose a partir de precursores que não são carboidratos, mas que possuem em sua estrutura pelo menos três carbonos, como o lactato,


o piruvato
 

e o glicerol,



além de alguns aminoácidos, denominamos esse processo como GLICONEOGÊNESE. O fígado é o local onde ocorre essa síntese, porém o córtex renal e as células epiteliais do intestino delgado também são capazes de realizá-la.
Nessa tabela podemos encontrar a sequência de reações da gliconeogênese obtida através da via do piruvato:

E aqui, um vídeo educativo sobre a origem da glicose na natureza:



Então, até a próxima...

Por: Cynthia Garantizado

Referências:
Google imagens.
www.youtube.com.
Princípios de Bioquímica de Lehninger. Autores: Nelson & Cox

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário